Notícias e Pesquisas

14 Set 2016

Russomanno mantém liderança da disputa pela prefeitura de São Paulo; Marta e Doria estão empatados na segunda posição

A segunda pesquisa IBOPE Inteligência/TV Globo e Estadão, realizada de 10 a 13 de setembro na cidade de São Paulo, aponta que Celso Russomanno (PRB) segue na liderança com 30% das intenções de voto (eram 33% na rodada anterior). Tecnicamente empatados na segunda colocação aparecem a ex-prefeita Marta (PMDB), com 20%, e João Doria (PSDB), com 17%; em relação à pesquisa anterior Marta oscila positivamente 3 pontos percentuais (p.p.), enquanto Doria cresce 8 p.p e se distancia dos candidatos do PT e do PSOL, com quem se encontrava rigorosamente empatado em terceiro lugar na pesquisa de agosto. O atual prefeito Fernando Haddad (PT) permanece com 9% das intenções de voto e Luiza Erundina (PSOL) recua de 9% para 5%. Por sua vez, os candidatos João Bico (PSDC) e Levy Fidelix (PRTB) se mantêm estáveis com 1% das menções, enquanto Major Olimpio (SD) passa de 2% para 1% das citações. O percentual de menções a Altino (PSTU), Henrique Áreas (PCO) e Ricardo Young (REDE) não chega a 1% cada um (na rodada passada receberam respectivamente 1%, 0% e 1% das respostas). Eleitores que declaram intenção de votar em branco ou anular o voto somam 13% (mesmo percentual de três semana atrás, 13%); outros 3% preferem não opinar a respeito (eram 4% anteriormente).

Considerando que Russomanno tem 30%, contra 54% das menções somadas de seus oponentes, se a eleição fosse hoje, haveria segundo turno, mas não é possível apontar quem seria o oponente de Russomanno.

Destaques por segmentos
Russomanno destaca-se com mais intenções de voto entre eleitores que cursaram até o ensino Médio e também entre aqueles com renda familiar até 1 SM. Em comparação à rodada anterior, as menções ao candidato decrescem de forma mais marcante entre os eleitores de 16 a 24 anos (de 40% para 30%), entre os de 25 a 34 anos (de 38% para 29%) e também entre aqueles de renda familiar de 1 até 2 SM (de 42% para 33%).

As intenções de voto em Marta são mais frequentes entre eleitores de 16 a 24 anos e entre aqueles que completaram da 5ª à 8ª série do ensino Fundamental. Neste segmento mais jovem, as menções à candidata sobem de 18% para 36%.

Doria apresenta melhor desempenho entre os homens, entre os eleitores com curso Superior e também entre aqueles com renda familiar superior a 5 SM. O crescimento de menções ao peessedebista é mais significativo nas faixas etárias de 25 a 34 anos (de 6% para 20%) e de 45 a 54 anos (de 6% para 18%); e também entre os que possuem curso Superior (de 15% para 26%).

Haddad destaca-se especialmente no grupo com renda familiar acima de 5 SM. Comparando-se à pesquisa de agosto, as menções ao atual prefeito têm variação negativa entre os mais jovens, passando de (15% para 10%).

Na atual pesquisa, nenhum segmento destaca-se quanto à proporção de citações a Erundina. Quanto à variação desde à última rodada, observa-se queda nas intenções de voto mais acentuada entre os eleitores de 25 a 34 anos (12% para 4%), e entre os de 35 a 44 anos (de 14% para 4%). 

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Pesquisa eleitoral em São Paulo (JOB Nº 0575-2 | 2016)

Margem de erro

a margem de erro máxima estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

Eleições

Opinião pública

Contratante

pesquisa contratada por GLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A & S/A O ESTADO DE SÃO PAULO.

Período

10/09/2016 a 13/09/2016

Local

Brasil - São Paulo - SP

Amostra

foram entrevistados 1.001 eleitores. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Registro TRE/TSE

registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo sob o protocolo Nº SP-01493/2016.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa