Notícias e Pesquisas

12 Dez 2016

População conhece pouco a agenda de reformas

Pesquisa realizada pelo IBOPE Inteligência para a Confederação Nacional da Indústria, em setembro, mostra que a maioria dos brasileiros não conhece ou só ouviu falar a respeito das propostas que estão sendo discutidas no Congresso Nacional e no Executivo.

As discussões em torno da reforma da previdência são as mais familiares para os brasileiros - 43% afirmam conhecê-la bem ou mais ou menos. É importante ressaltar que no momento em que a pesquisa foi realizada, o Governo Temer ainda não havia apresentado seu projeto para a reforma ao Congresso. Em seguida estão as discussões sobre valorização dos acordos coletivos e reforma na legislação trabalhista (conhecidas bem ou mais ou menos por 40% dos entrevistados).

Já as propostas menos conhecidas são as mudanças nos tributos PIS e COFINS e a reforma política, que são desconhecidas por 50% e 44% da população, respectivamente. 

O percentual de homens que afirmam conhecer bem ou mais ou menos cada uma das reformas supera o de mulheres em todas as propostas. As menores diferenças estão na reforma da previdência e na reforma das regras trabalhistas.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

CNI-IBOPE: Retratos da sociedade brasileira (reformas)

Margem de erro

É de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando um intervalo de confiança de 95%.

Tema

Administração pública

Opinião pública

Contratante

Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Período

20/12/2016 a 25/12/2016

Local

Brasil

Amostra

Foram realizadas 2002 entrevistas em 143 municípios brasileiros.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa
Relatório

COMENTÁRIOS