Notícias e Pesquisas

25 Nov 2016

Melhora da confiança do consumidor é interrompida em novembro

 O INEC de novembro registra 103,2 pontos, uma queda de 1,1% na comparação com outubro. A queda interrompe uma sequência de quatro altas consecutivas do indicador, período no qual o índice havia crescido 3,4%. Com a queda, o índice passa a registrar valor 5,7% acima do observado em novembro de 2015, mas 5,2% abaixo da média histórica.

Na comparação mensal, a maioria dos componentes do INEC mostra queda. Destaca-se a piora das perspectivas da evolução dos preços, refletida pelo índice de expectativa de inflação, que mostra queda de 5,6% (quanto menor o indicador, maior o percentual de consumidores esperando aumento da inflação). O índice de expectativa de compras de bens de maior valor é o único dos componentes do INEC que mostra variação positiva na comparação com outubro: 2,0%.

Na comparação com o observado há um ano, todos os índices mostram melhoras expressivas, exceto o índice de expectativa de compras de bens de maior valor, que registra recuo de 0,2%.

 

 

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Índice Nacional de Expectativa do Consumidor - INEC - Novembro

Margem de erro

2 PONTOS PERCENTUAIS PARA MAIS OU PARA MENOS SOBRE OS RESULTADOS ENCONTRADOS NO TOTAL DA AMOSTRA

Tema
Contratante

Confederação Nacional da Indústria - CNI

Período

10/11/2016 a 14/11/2016

Local

Brasil

Amostra

2002 entrtevistas em 143 municípios

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
INEC Novembro
Relatório de tabelas