Notícias e Pesquisas

10 Abr 2017

Maioria da população acredita que as mulheres devem decidir sobre o aborto

Pesquisa IBOPE Inteligência realizada em fevereiro a pedido do grupo Católicas pelo Direito de Decidir (CDD) revela que 64% dos brasileiros entendem que a decisão sobre o aborto deve ser da própria mulher, um crescimento de 3 pontos percentuais (p.p.) na comparação com pesquisa realizada em 2010. Em outro patamar, aumentam de 6% para 9% os que atribuem o poder de decisão ao marido/parceiro, enquanto 6% mencionam o Judiciário, 4% a igreja, 1% a Presidência da República e 1% o Congresso Nacional (todos apresentam variação dentro da margem de erro, comparando com a pesquisa anterior). Aqueles que consideram que nenhum desses deve decidir pelo aborto, passam de 20% para 10% no atual levantamento.

Ainda na comparação com a pesquisa de 2010, quando considerados os segmentos sociodemográficos da pesquisa, nota-se em todos eles um aumento da opinião favorável à decisão da mulher. No entanto, o crescimento é mais significativo entre: os entrevistados com 50 anos ou mais (9 p.p.), os que têm o ensino superior, os com renda familiar de até 1 salário mínimo (8 p.p. cada), os entrevistados do sexo feminino e entre aqueles com renda familiar superior a 5 salários mínimos (7p.p. cada).

Analisando os resultados pela variável religião, observa-se que 65% dos católicos e 58% dos evangélicos acreditam que a decisão deve ser da mulher. Em 2010, 61% dos católicos e 57% dos evangélicos pensavam dessa maneira

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE O ABORTO

Margem de erro

2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra

Tema

Opinião pública

Saúde

Contratante

Católicas pelo Direito de Decidir (CDD)

Período

16/02/2017 a 20/02/2017

Local

Brasil

Amostra

Foram entrevistados 2002 brasileiros com 16 anos ou mais, em 143 municípios.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa

COMENTÁRIOS