Notícias e Pesquisas

03 Fev 2017

Estudo especial sobre alfabetismo e competências socioemocionais na população adulta brasileira

Na edição 2015 do Indicador de Alfabetismo Funcional (INAF), foi incluído um conjunto de questões que permitem qualificar os respondentes de acordo com três competências socioemocionais: autogestão, autoconceito e abertura ao novo. Graças a essa iniciativa, realizada em parceria com o Instituto Ayrton Senna, temos disponíveis pela primeira vez no País uma base com representatividade nacional sobre essas competências na população adulta.

O que são as competências socioemocionais? Como estão distribuídas na população brasileira? Qual o seu papel no alcance das realizações individuais? Esse papel difere a depender do contexto de vida? Para quem o socioemocional mais importa? O socioemocional pode contribuir à superação da desigualdade de oportunidades no Brasil? Responder a essas perguntas à luz da evidência gerada no Inaf foi o desafio lançado aos especialistas convidados a desenvolver o Estudo especial sobre alfabetismo e competências socioemocionais na população adulta brasileira.

As análises sugerem que as competências socioemocionais podem funcionar como um antídoto para a desigualdade social brasileira, ajudando os brasileiros menos favorecidos a saltar as barreiras que nossos sistemas lhes impõem. Esse relatório demonstra que, apesar das dificuldades, existe uma porção da população brasileira de baixo nível socioeconômico que consegue obter altas realizações na vida (alto grau de alfabetização, escolaridade e remuneração). Ele conclui que o que diferencia essas pessoas daquelas que não conseguem realizar é o seu maior grau de abertura para o novo (capacidade de estar aberto para novos caminhos), de autogestão (capacidade de persistir, comprometer-se e se organizar) e autoconceito (crença e confiança em si mesmo). Não por coincidência, essas são as competências às quais intuitivamente atribuímos o sucesso nas empreitadas mais desafiantes das nossas vidas.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Estudo especial sobre alfabetismo e competências socioemocionais na população adulta brasileira

Margem de erro

-

Tema

Educação

Inaf (Indicador de Alfabetismo Funcional)

Contratante

Instituto Paulo Montenegro, Instituto Ayrton Senna e eduLab21

Período

03/02/2017 a 03/02/2017

Local

Brasil

Amostra

-

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Relatório completo