Notícias e Pesquisas

22 Mar 2013

Dois em cada dez projetos do Nepso abordam a temática do meio ambiente

Os participantes do Nepso já realizaram projetos para discutir o problema do lixo, a qualidade da água, a reciclagem de resíduos e outros temas relacionados.
O programa Nossa Escola Pesquisa Sua Opinião (Nepso), desenvolvido pelo Instituto Paulo Montenegro, em parceria com a Ação Educativa, há 12 anos utiliza a pesquisa de opinião como ferramenta pedagógica em escolas públicas. Nesse período, o programa desenvolveu uma série de projetos com temáticas que abordam a realidade cotidiana dos estudantes.

Mas apesar da criatividade e diversidade dos alunos, alguns temas são sempre recorrentes nas escolas. É o caso da temática do meio ambiente, escolhida em dois de cada dez projetos realizados.

“O meio ambiente é um tema próximo à realidade dos alunos, principalmente dos mais novos, que ainda têm pouco repertório de mundo”, explica Marisa Villi, assessora de projetos do Instituto.

Segundo a assessora, os estudantes do Ensino Fundamental 1 são os que mais trabalham o tema, seguidos do Ensino Fundamental 2 e do Ensino Médio.

Para Maria Izabel Magalhães, coordenadora do programa no Distrito Federal, polo que trabalha exclusivamente com a temática do meio ambiente, qualquer criança está apta para discutir o assunto.

“Tanto a criança quanto o adolescente têm propriedade para falar sobre o meio ambiente. O que muda é a forma como o assunto será trabalhado pelo professor. A diferença está em qual linguagem e quais os estímulos serão levados à sala de aula para despertar o interesse dos alunos”, defende a coordenadora. 
 
Ao longo dos anos, os participantes do Nepso já realizaram projetos para discutir o problema do lixo, a qualidade da água, a reciclagem de resíduos e muitos outros desdobramentos do meio ambiente em suas vidas.

Além do aprendizado multidisciplinar gerado pelo programa, Marisa destaca os ganhos sociais e psíquicos trazidos com o Nepso. “No processo de pesquisa, eles percebem que as opiniões são diferentes e que devem ser respeitadas. As crianças aprendem a lidar com a opinião coletiva. Outro ponto de fundamental importância é que elas se tornam autoras do conhecimento”, defende.

COMENTÁRIOS