Notícias e Pesquisas

25 Abr 2018

Confiança segue oscilando em patamar relativamente baixo

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) mostra pequeno aumento em abril: 0,3% frente a março. Com esta oscilação positiva, o INEC fica em 102,2 pontos, 1,2% inferior ao observado em abril de 2017 e 5,3% abaixo da média histórica. 

O INEC está, desde junho de 2016, variando dentro da faixa de 100 e 105 pontos, com duas exceções sendo a última delas em setembro de 2017, quando o índice foi a 98,5 pontos. Nos meses seguintes, até abril de 2018, o índice mostra três variações mensais positivas e quatro negativas – e acumula alta de 3,8% no período. 

A recuperação observada em abril se deve a uma melhora nas perspectivas dos consumidores. Os índices de expectativa de inflação, desemprego e própria renda registram crescimento de mais de 2% na comparação com março. Ou seja, revela que os consumidores esperam menor inflação e desemprego, e aumento de sua renda. Por outro lado, o índice de endividamento registra queda de 3,4% na mesma comparação, indicando aumento das dívidas das famílias. O índice de situação financeira e de compras de bens de uso doméstico de maior valor também mostram recuos: -0,8% e -0,4%, respectivamente. 

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

INEC - ÍNDICE NACIONAL DE EXPECTATIVA DO CONSUMIDOR

Margem de erro

2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

CNI

INEC (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor)

Opinião pública

Contratante

CNI - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA

Período

12/04/2018 a 16/04/2018

Local

Brasil

Amostra

2002 entrevistas em 142 municípios.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Pesquisa completa
INEC abril de 2018

COMENTÁRIOS