Notícias e Pesquisas

19 Dez 2017

Confiança do consumidor termina 2017 em baixa

O INEC apresenta queda de 0,5% em dezembro. O índice alterna altas e baixas nos últimos meses e encerra 2017 em nível muito próximo ao que terminou o ano passado. O INEC de dezembro registra 100,5 pontos, apenas 0,2% acima do registrado em dezembro de 2016. Com isso, o índice mantém-se em patamar baixo, mostrando recuo de 7% ante a média histórica de 108,1 pontos.

Apesar do moderado regresso frente a novembro, os componentes do INEC mostram variações mais significativas. De um lado, todos os índices de expectativa mostram quedas entre novembro e dezembro, entre 1% (expectativa de renda pessoal) e 5,3% (expectativa de desemprego). Ou seja, o consumidor fecha o ano mais preocupado com relação à evolução futura dos preços, nível de emprego e seus rendimentos. Também indica a intenção de reduzir suas compras de bens de maior valor, mas, nesse caso, deve ser destacado que a queda é usual, dado o fim do período de festas. 

Por outro lado, os índices relacionados às condições financeiras dos consumidores mostram evolução positiva. Os índices de situação financeira e endividamento aumentam 3,8% e 3,7%, respectivamente, indicando uma melhora da situação das famílias associada a uma redução de suas dívidas.

 

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

ÍNDICE NACIONAL DE EXPECTATIVA DO CONSUMIDOR - INEC

Margem de erro

2 PONTOS PERCENTUAIS PARA MAIS OU PARA MENOS SOBRE OS RESULTADOS ENCONTRADOS NO TOTAL DA AMOSTRA

Tema

CNI

INEC (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor)

Contratante

CNI - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA

Período

07/12/2017 a 10/12/2017

Local

Brasil

Amostra

2000 entrevistas em 127 municípios.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
INEC dezembro de 2017
Relatório de tabelas