Notícias e Pesquisas

15 Dez 2016

Confiança do consumidor está em queda

A confiança do consumidor recuou pelo segundo mês consecutivo em dezembro. O INEC registra 100,3 pontos, valor 2,8% inferior ao de novembro. Com as quedas dos dois últimos meses, o índice reverte o crescimento dos quatro meses anteriores, já que entre julho e outubro de 2016, o INEC havia crescido 3,4%. 

Apesar da queda, o índice deste mês ainda é maior do que o registrado em dezembro de 2015 (4,2% de crescimento), mas encontra-se 7,8% abaixo de sua média histórica.

A maioria dos componentes do INEC mostra queda na comparação mensal. A única exceção é o índice de situação financeira, que aumentou 1,1%, refletindo uma pequena melhora na percepção dos consumidores sobre suas condições financeiras. 

Dos componentes restantes destacam-se as quedas nos índices de expectativa de inflação e de desemprego, de 6,1% e 7,8%, respectivamente. Ambos refletem um maior número de consumidores preocupados com a evolução dos preços e do emprego.

 A perda de confiança do consumidor nos dois últimos meses é preocupante, pois deve representar um novo freio ao consumo das famílias nos próximos meses.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

INEC dezembro de 2016

Margem de erro

2 pontos percentuais, considerando um intervalo de confiança de 95%.

Tema

CNI

INEC (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor)

Opinião pública

Contratante

Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Período

01/12/2016 a 04/12/2016

Local

Brasil

Amostra

Foram realizadas 2.002 entrevistas em 141 municípios brasileiros.

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Detalhes sobre o INEC de dezembro
Pesquisa completa