Notícias e Pesquisas

09 Ago 2018

Confiança do brasileiro nas instituições é a mais baixa desde 2009

As instituições brasileiras perderam a confiança da população. Em 10 anos, nunca foi tão baixa a confiança do brasileiro em 20 instituições pesquisadas pelo IBOPE Inteligência no Índice de Confiança Social (ICS).

A confiança na instituição presidente é a menor de todas: em uma escala de 0 a 100, atinge 13 pontos, índice nunca registrado por nenhuma instituição. O seu auge foi em 2010 quando alcançou 69 pontos. Os partidos políticos, com 16 pontos, amargam a segunda colocação nesse ranking, ficando com metade da confiança alcançada em 2010 (33 pontos).

Assim, o Índice de Confiança Social em 2018 fica em 48 pontos, quatro pontos abaixo do indicador do ano passado (52), o que o torna o índice mais baixo de toda a série histórica. Contribui para a diminuição do índice o fato de todas as instituições terem apresentado redução de confiança, situação diferente do ano passado, quando a queda da confiança nas instituições políticas foi compensada pelo crescimento na confiança das igrejas, polícia, bancos, meios de comunicação e escolas públicas.

Mais confiáveis
O Corpo de Bombeiros mantém-se no topo do ranking pelo 10º ano seguido, entretanto registra decréscimo de quatro pontos na confiança da população, passando de 86 em 2017 para 82 pontos neste ano.  O mesmo movimento ocorre com as igrejas que mantêm a segunda colocação, mas recuam de 72 para 66 pontos, voltando ao patamar de 2013 e 2014.

Na terceira posição, aparece a Polícia Federal, presente no ICS desde 2016 e que registra retração de cinco pontos na confiança em relação ao ano passado (de 70 em 2017 para 65 em 2018). Na sequência, estão Forças Armadas (62 pontos), Escolas Públicas (57) e Polícia (53), que assume a quinta colocação dos Meios de Comunicação (51), que perdem uma posição e vão para o sexto lugar.

O Ministério Público, instituição que também integra o índice desde 2016, mantém a 11ª posição, com 49 pontos (eram 54 em 2017).  O Poder Judiciário/Justiça aparece em 12º lugar com 43 pontos, queda de 5 pontos em relação ao ano passado.

Dessa maneira, em 2018, o ICS das Instituições recua cinco pontos, variando de 49 para 44 pontos entre 2017 e 2018.

Sociedade
Outra medida do ICS é a confiança da população nas pessoas e na sociedade em geral. Neste ano, a confiança nas pessoas da família oscila negativamente em relação a 2017, passando de 85 para 82 pontos. Amigos, vizinhos e brasileiros de um modo geral permanecem estáveis na confiança, com 65 pontos (66 no ano passado).

Sobre a pesquisa
Realizado desde 2009, sempre no mês de julho, o Índice de Confiança Social (ICS) é medido em uma escala que vai de 0 a 100, sendo 100 o índice máximo de confiança. A pesquisa foi realizada entre os dias 19 e 23 de julho, com 2.002 pessoas a partir de 16 anos, em 142 municípios do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Índice de Confiança Social - ICS 2018

Margem de erro

de 2 (dois) pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

ICS (Índice de Confiança Social)

Opinião pública

Contratante

IBOPE Inteligência

Período

19/07/2018 a 23/07/2018

Local

Brasil

Amostra

2.002 entrevistas, distribuídas em 142 municípios

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Índice de Confiança Social 2018

COMENTÁRIOS