Notícias e Pesquisas

26 Jan 2016

75% dos brasileiros são contra a CPMF

O descontentamento com a proposta atual é maior entre os que ganham mais de cinco salários mínimos.

O IBOPE Inteligência perguntou aos brasileiros se eles tomaram conhecimento da proposta do governo federal de recriação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) e se são favoráveis à medida. O resultado da pesquisa realizada entre os dias 16 e 20 de janeiro mostra que 58% não sabiam da proposta. Independente de ter ou não conhecimento da proposta, 75% da população é contra a volta do imposto. Apenas 17% são favoráveis à cobrança e 8% não sabem.

Não é de hoje que a cobrança do imposto desagrada a população. Em junho de 1999, quando o imposto voltou a ser cobrado (havia sido extinto em janeiro daquele ano), apenas 16% eram a favor da CPMF, mesmo patamar do verificado em 2016 .

O descontentamento com a proposta atual é maior entre os que ganham mais de cinco salários mínimos (83% são contrários à CPMF), entre os que possuem o ensino superior completo (81%), moradores da região Sul (80%) e brasileiros com idade entre 35 e 44 anos (80%).

Sobre a pesquisa
Realizada entre 16 e 20 de janeiro, a pesquisa ouviu 2.002 pessoas com 16 anos ou mais em 142 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa

Pesquisa de opinião pública sobre a recriação da CPMF

Margem de erro

2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema

Administração pública

Finanças pessoais

Opinião pública

Contratante

IBOPE Inteligência

Período

16/01/2016 a 20/01/2016

Local

Brasil

Amostra

2002 entrevistas em 142 municípios

ARQUIVO(S) PARA DOWNLOAD
Download do relatório

COMENTÁRIOS